31/07/2012

E tudo começou assim...

Na verdade não saberia dizer ao certo quando tudo começou, mas o título me pareceu bastante chamativo, ou ao menos suficientemente interessante para o primeiro post do blog. Como manda a boa etiqueta, vou me apresentar a vocês antes de começar a contar o (nem tão) princípio da minha jornada. Sou advogada,  mestre em Ciências Sociais, doutoranda, tenho 27 anos, trabalho em um organismo internacional e desde criança sonho ser diplomata. Inspirada pelo Pequeno Príncipe, sempre quis ter uma bela rosa vermelha. Não porque gostasse de flores, mas porque a ideia de ter alguém esperando por mim após longas e memoráveis viagens sempre me soou muito apetecedora. Chegar em casa e poder contar minhas aventuras por planetas desconhecidos era uma alegoria para a vida de diplomata que tanto sonhava. Mas a vida nos prepara surpresas. Jamais imaginaria que (quem sabe - e vocês entenderão o porquê mais adiante) seria eu a rosa que ficaria a aguardar seu Príncipe.

Como eu disse, é difícil estabelecer uma data exata para quando tudo começou. Por isso, decidi que seria o dia em que ficamos pela primeira vez. Nos conhecemos em novembro de 2009, no JB - um curso preparatório para o concurso de admissão à carreira de diplomata. Estudávamos na mesma sala, mas naquela época nenhum dos dois pensávamos em ficar juntos. Graças ao TPS de 24 de janeiro de 2010, nossas vidas jamais seriam as mesmas. Frustrada com o resultado da minha primeira tentativa (após formada, pois já havia prestado o concurso em 2003) de ingressar no Itamaraty, resolvi sair com um grupo de colegas que iria afogar as mágoas - e, certamente, alguns neurônios - no Beirute da Asa Norte. De lá, fomos para uma festa do Curso Clio e, por um acaso do destino, acabamos trocando o primeiro beijo. A versão formal da estória é essa... digamos assim.Começamos a namorar em 11 de fevereiro de 2010 - para quem está lendo, pode parecer que foi repentino, mas para mim essas duas semanas  e meia pareceram uma eternidade - e ao longo dos últimos 901 dias (ou 02 anos, 05 meses e 20 dias) compartilhamos o mesmo desejo de infância: nos tornarmos diplomatas. Apoiamos um ao outro durante a preparação para o concurso. Infelizmente, até agora eu não passei do TPS, mas ele já realizou dois CACDs (2009 e 2010) com um bom desempenho e neste ano de 2012 foi até a última fase. Agora, estamos aguardando o resultado da quarta fase. É possível que eu me torne uma diplowife dentro de algumas semanas e, quem sabe, diplomata dentro de alguns meses (ou anos, para ser mais realista). Por isso, decidi criar um blog para contar (ou desabafar, em sabe) como é a vida de alguém que vive pelo mundo.

Alguns blogs me inspiraram (diplowife.wordpress.com,  thediplomaticwife.com/blog  e diplomatrizzando.blogspot.com.br), mas a verdade é que sempre gostei de blogar. Ao longo da minha jovem vida (lembrem-se que tenho somente 27 aninhos) já tive mais de vinte blogs sobre os mais diversos temas. O primeiro que publiquei foi em 2000, mas diários sempre fizeram parte de mim. Não tenho pretensões de ser uma Clarisse Lispector, mas meu gosto pela escrita me permite sonhar em um dia publicar livros de memórias. Este seria um primeiro passo.



3 comentários:

  1. Elisa, primeiramente, agradeço por acompanhar o http://diplomatrizzando.blogspot.br! Espero que continue a aparecer mais diplomatrizes contando a sua história, afinal essa vida é um eterno aprendizado! Também, desejo que você alcance o seu grande objetivo e possa compartilhar com a gente a sua experiência! Beijos e sucesso!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Celina! Muito obrigada pela carinhosa mensagem. Fiquei muito feliz ao recebê-la! O http://diplomatrizzando.blogspot.br foi uma grande inspiração, adoro lê-lo! Beijos!

      Excluir
  2. Elisa, é muito bom acompanhar, compartilhar e sonhar junto com você mais alguns pedacinhos de sua vida...
    Você com toda essa meiguice vai conquistar todos os lugares, países, mundos, planetas... por onde passar e será sempre bem sucedida!
    Que deus abençoe o caminho desse lindo casal! Beijos! Ju

    ResponderExcluir

Obrigada pelo seu comentário!