15/04/2015

Ordem de precedência diplomatas e militares

Neste post sobre o Decreto nº 70.274, de 09 de março de 1972  (que regula as normas do cerimonial público e a ordem geral de precedência), veremos a relação entre diplomatas e militares.

Foto: Defesa Aérea e Naval

Nas missões diplomáticas, os Oficiais-Generais passarão logo depois do Ministro-Conselheiro que for o substituto do Chefe da Missão e os Capitães-de-Mar-e-Guerra, Coronéis e Coronéis-Aviadores, depois do Conselheiro ou do Primeiro Secretário que for o substituto do Chefe da Missão.

A precedência entre Adidos Militares será regulada pelo Cerimonial militar.

Quando o funcionário da carreira de diplomata ou o militar da ativa exercer função administrativa civil ou militar, observar-se-á a precedência que o beneficiar.

Fonte: Por Dentro do Itamaraty, p. 53


Para colocação de personalidades nacionais e estrangeiras, sem função oficial, o Chefe do Cerimonial levará em consideração a sua posição social, idade, cargos ou funções que ocupem ou tenham desempenhado ou a sua posição na hierarquia eclesiástica.

O chefe do Cerimonial poderá intercalar entre as altas autoridades da República o Corpo Diplomático e personalidades estrangeiras.


Foto: Folha Militar Online



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pelo seu comentário!