24/08/2015

Ministros do STF que foram OfChans

Esta semana acessei o site do Blog Clipping CACD e encontrei as imagens abaixo. Pensei que seria interessante compartilhá-las aqui no blog, juntamente com os perfis de cada um, fornecidos pela página oficial do Prof. Dr. Gilmar Mendes e pelo artigo do Terra Notícias sobre o Prof. Dr. Joaquim Barbosa. Devo admitir que não dediquei muito tempo para fazer um levantamento mais interessante e completo, mas é porque este semestre está beeeeem puxado para mim. De qualquer forma, é uma informação legal sobre a história dos Ministros e do Itamaraty.

Gimar Mendes - Oficial de Chancelaria entre 1976-1982
Joaquim Barbosa - Oficial de Chancelaria entre 1976-1980


Imagem: http://blog.clippingcacd.com.br/oficial-de-chancelaria-ofchan-2015/

Gilmar Mendes nasceu na cidade de Diamantino, Mato Grosso, em 30 de dezembro de 1955.

Formou-se em Direito na Universidade de Brasília - UnB, instituição na qual, em 1987, também obteve o título de Mestre em Direito e Estado, com a dissertação "Controle de constitucionalidade: Aspectos jurídicos e políticos". A tese, aprovada com distinção, deu origem a livro homônimo.

No campo profissional, ainda cursando Direito na UnB, foi aprovado em concurso para o cargo de Oficial de Chancelaria (1976). Pelo Itamaraty, atuou em Brasília (1976-1979) e em Bonn, Alemanha (1979-1982), onde teve seu primeiro contato direto com o direito germânico, na Universidade de Bonn, tendo cursado diversas disciplinas visando à aceitação para o doutoramento.

Em 1989, concluiu o segundo Mestrado, dessa vez na Universidade de Münster, na Alemanha, após discorrer sobre o tema "Pressupostos de admissibilidade do controle abstrato de normas perante a Corte Constitucional". Tornou-se Doutor em Direito pela Universidade de Münster e sua tese foi mais uma vez aprovada com distinção (Magna cum laudae). De volta ao Brasil, retomou a atividade acadêmica na UnB, onde até hoje leciona tanto na graduação quanto na pós-graduação, além de atuar como orientador nos cursos de Mestrado e Doutorado. É também professor no Instituto Brasiliense de Direito Público - IDP e da Escola de Direito de Brasília, dos quais é sócio-fundador.



Imagem: http://blog.clippingcacd.com.br/oficial-de-chancelaria-ofchan-2015/

Joaquim Barbosa é mineiro de Paracatu.

Nomeado ministro do Supremo Tribunal Federal em 2003, foi o primeiro negro a integrar o STF desde a existência da Corte. Sua atuação no Supremo foi marcada por casos de grande relevância nacional, entre eles, o julgamento de ações relacionadas à fidelidade partidária e o inquérito do mensalão.

A atuação de Barbosa no serviço público iniciou muito antes de ele assumir a vaga no Supremo. Entre 1976 e 1979, foi Oficial de Chancelaria do Ministério das Relações Exteriores e serviu na Embaixada do Brasil em Helsinki, Finlândia. Também foi membro do Ministério Público Federal de 1984 a 2003, com atuação em Brasília (1984-1993) e no Rio de Janeiro (1993-2003).

No âmbito acadêmico, tornou-se doutor e mestre em Direito Público pela Universidade de Paris-II (Panthéon-Assas), onde cumpriu programa de doutoramento de 1988 a 1992. É também professor licenciado da Faculdade de Direito da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), onde ensinou as disciplinas de Direito Constitucional e Direito Administrativo.

Fonte: noticias.terra.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pelo seu comentário!