06/06/2016

Como serão as três fases do CACD 2016

O edital para o concurso admissão à carreira de diplomata foi publicado hoje no DOU (link) e na página do CESPE (link). As principais informações sobre as provas das três fases estão reunidas abaixo. Mas lembre-se: o post do blog não substitui a leitura do edital nem o acompanhamento das publicações na página do CESPE. 





5.2 A prova objetiva da Primeira Fase será aplicada nas capitais dos 26 Estados da Federação e no Distrito Federal, na data provável de 24 de julho de 2016, em dois períodos: o primeiro, iniciando-se às 10 horas, com duração de 2 horas e 30 minutos; e o segundo, iniciando-se às 15 horas, com duração de 3 horas e 30 minutos.

5.2.1 Na data provável de 19 de julho de 2016, será publicado no Diário Oficial da União e divulgado na internet, no endereço eletrônico http://www.cespe.unb.br/concursos/irbr_16_diplomacia, edital que informará a disponibilização da consulta aos locais e aos horários de realização das provas.
5.3 Cada questão será composta com 4 itens para julgamento. O julgamento de cada item será CERTO ou ERRADO, de acordo com o comando a que se refere o item.

5.3.1 Haverá, na folha de respostas, para cada item, dois campos de marcação: o campo designado com o código C, que deverá ser preenchido pelo candidato caso julgue o item CERTO, e o campo designado com o código E, que deverá ser preenchido pelo candidato caso julgue o item ERRADO.

5.3.2 Para obter pontuação em cada item, o candidato deverá marcar um, e somente um, dos dois campos da folha de respostas.

5.4 A folha de respostas da prova objetiva da Primeira Fase será corrigida por meio de processamento eletrônico.

5.5 A nota em cada item do tipo CERTO ou ERRADO de cada questão, feita com base nas marcações da folha de respostas, será igual a:
a) 0,25 ponto caso a resposta do candidato esteja em concordância com o gabarito oficial definitivo da prova;
b) 0,25 ponto negativo caso a resposta do candidato esteja em discordância com o gabarito oficial definitivo da prova;
c) 0,00 caso não haja marcação ou caso haja marcação dupla.


SEGUNDA FASE

7.1 A prova escrita de Língua Portuguesa, de caráter eliminatório e classificatório, valerá 100,00 pontos e consistirá de: Redação sobre tema geral e Dois exercícios de interpretação, de análise ou de comentário de textos.

7.2 A prova escrita de Língua Portuguesa será aplicada nas capitais onde houver candidatos aprovados na Primeira Fase, na data provável de 17 de setembro de 2016, e terá duração de 5 horas, com início às 14 horas.

7.3 A redação e os dois exercícios da prova escrita de Língua Portuguesa serão avaliados segundo os critérios a seguir:



7.3.1 Será apenada a redação e o exercício que desobedecer à extensão mínima ou máxima de palavras, deduzindo-se, da pontuação atribuída à redação ou ao exercício, 0,20 ponto para cada palavra que faltar para atingir o mínimo ou que exceder o máximo exigido.

7.3.2 Será atribuída nota zero à redação ou ao exercício que não se atenha ao tema proposto ou que obtenha pontuação zero na avaliação da correção gramatical e da propriedade da linguagem.

7.4 A nota do candidato na prova escrita de Língua Portuguesa (NPELP) será igual à soma das notas obtidas na redação e nos exercícios.




8.1.1 Observações específicas quanto à prova de Língua Espanhola e Língua Francesa:

8.1.1.1 Cada questão será composta com 4 itens para julgamento. O julgamento de cada item será CERTO ou ERRADO, de acordo com o comando a que se refere.

8.1.1.2 Haverá, na folha de respostas, para cada item, dois campos de marcação: o campo designado com o código C, que deverá ser preenchido pelo candidato caso julgue o item CERTO, e o campo designado com o código E, que deverá ser preenchido pelo candidato caso julgue o item ERRADO.

8.1.1.3 Para obter pontuação em cada item, o candidato deverá marcar um, e somente um, dos dois campos da folha de respostas.

8.2 As provas escritas e a prova objetiva da Terceira Fase terão duração de 4 horas cada e serão aplicadas nas capitais onde houver candidatos aprovados na Primeira Fase, nas datas prováveis de:

a) 18/9/2016: Prova de Língua Inglesa, iniciando-se às 9 horas;
b) 18/9/2016: Prova de História do Brasil, iniciando-se às 15 horas;
c) 24/9/2016: Prova de Política Internacional e Geografia, iniciando-se às 9 horas;
d) 24/9/2016: Prova de Noções de Economia, iniciando-se às 15 horas;
e) 25/9/2016: Prova de Noções de Direito e Direito Internacional Público, iniciando-se às 9 horas;
f) 25/9/2016: Prova de Língua Espanhola e Língua Francesa, iniciando-se às 15 horas.

8.3 Na prova de Língua Inglesa, será apenada a redação que desobedecer à extensão mínima ou máxima de palavras, deduzindo-se, da pontuação atribuída, 0,10 ponto para cada palavra que faltar para atingir o mínimo ou que exceder o máximo exigido.

8.3.1 Será atribuída nota zero à redação que não se atenha ao tema proposto.

8.4 A nota final na prova objetiva de Língua Espanhola e Língua Francesa será a soma algébrica das notas obtidas em todos os itens que compõem as questões da prova.

8.4.1 A nota em cada item de cada questão, feita com base nas marcações da folha de respostas, será igual a:
a) 0,50 ponto caso a resposta do candidato esteja em concordância com o gabarito oficial definitivo da prova;
b) 0,50 ponto negativo caso a resposta do candidato esteja em discordância com o gabarito oficial definitivo da prova;
c) 0,00 ponto caso não haja marcação ou caso haja marcação dupla.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pelo seu comentário!