28/11/2016

Programa Iluminuras: entrevista com Francisco Alvim



Iluminuras: a paixão pela literatura que vem da infância
Programação | 12/09/2013 - 16:02
"Um mineiro de registro, com alma carioca e viajado pelo mundo... Diplomata, poeta e escritor, o programa Iluminuras desta semana conversa com Francisco Alvim. Incentivado pela irmã, descobriu cedo o gosto pela leitura. Já em Paris, como jovem diplomata, rascunha dezenas de textos até, em 1968, entrar de vez na literatura com o lançamento do livro de poemas Sol dos Cegos. O auge veio treze anos depois com o lançamento do livro Passatempo e Outros Poemas. A publicação rendeu o primeiro prêmio Jabuti – o maior da literatura brasileira. Façanha repetida em 1988 com a coletânea Poesias Reunidas. “Todos os prêmios me surpreenderam, eu nunca imaginei que pudesse ganhar prêmios,” ressalta o escritor. O livro mais recente foi lançado em 2011. O Metro Nenhum, uma coleção de poemas.

O programa também recebe o advogado e escritor piauiense Paulo Castelo Branco. Assim como o primeiro entrevistado do programa, Castelo Branco aprendeu a gostar de literatura por intermédio dos irmãos mais velhos. Apesar do incentivo, nunca teve uma biblioteca em casa. Até hoje mantem um hábito que aprendeu na infância: depois da leitura os livros são doados para bibliotecas públicas. “Livro bom é livro livre, leia e repasse para outro leitor, é uma forma de incentivar a leitura”, afirma o advogado. O livro Brasília 2030 traz uma reflexão das mudanças e dos problemas do cotidiano da capital federal. A próxima publicação do escritor já tem nome e está prestes a ser lançada: Ladrão de História. Vai falar da vida de um hacker que sonha ser escritor."

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pelo seu comentário!